Projetos Cofinanciados pela UE

Centro de Atividades Ocupacionais de Pousa-Monção

O projeto de Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) de Pousa cofinanciado pela União Europeia (Norte – 07- 4842 – FEDER- 000068) tem como objetivo a intervenção construtiva de reconversão de uma escola devoluta localizada em Pousa, freguesia e concelho de Monção, para a implementação de um CAO.

Este projeto pretende promover a diminuição de necessidades sociais, sentidas no concelho de Monção na área da deficiência. É esperado que, após a intervenção, 25 pessoas com deficiência mental possam transitar das instalações antigas para um novo CAO, melhorando assim a qualidade dos serviços e dos equipamentos.

Este projeto vai de encontro ao objetivo definido para este eixo prioritário, de inclusão social e pobreza, nomeadamente no que diz respeito a requalificar e adequar a atual rede de serviços e equipamentos sociais.

Desta forma a requalificação deste imóvel irá apoiar a rede de serviços e equipamentos sociais às necessidades da população, contribuindo para que 25 clientes beneficiem desta intervenção em equipamento social de CAO.

A presente candidatura irá gerar como beneficiários diretos não só os 25 clientes (pessoas com deficiência mental moderada a severa) mas também as suas famílias, de forma direta e/ou outros familiares de forma indireta.

Assim, toda a comunidade envolvente beneficiará com a melhoria do atendimento e qualidade de vida dos clientes. De igual forma também os colaboradores (alguns deles pertencentes aos quadros da instituição desde a fundação), beneficiarão da melhoria qualitativa das suas circunstâncias e ambiente de trabalho, contribuindo assim para o bem-estar físico e psicológico dos mesmos.

A realização deste projeto irá contribuir para requalificar um edifício que albergará um equipamento social já existente há mais de 30 anos a apoiar pessoas com deficiência, que tem vindo a sofrer consecutivamente melhorias, sem no entanto conseguir dar resposta adequada, devido às condições da infraestrutura inicial do equipamento.

Dada a grande necessidade de enquadramento de pessoas com deficiência neste concelho, tal como se pode verificar pela lista de espera existente no atual CAO, este novo equipamento terá a capacidade de utilização para 30 clientes.

                   cartaz Pousa Moncao thumb            ficha projeto Pousa Moncao thumb

---------------------------------------------

 

Candidatura “Acessibilidade é Qualidade”

do Centro de Atividades Ocupacionais Ursulinas cofinanciado pela União Europeia (Norte – 07- 4842 – FEDER- 000073)

tem como objetivo, modernizar e tornar o edifício acessível a todos: os que nos visitam para conhecer a casa onde viveu o Dr. António Feio Ribeiro da Silva, advogado e defensor da resistência à ditadura e aqueles que são os utilizadores diários deste Centro.

Esta candidatura, na sua essência, visa a remodelação, ampliação e adaptação das infraestruturas deste Centro, no sentido de garantir, sem descriminação, uma utilização plena de todos os espaços do edificado a todos os cidadãos sejam visitantes ou utilizadores.

Esta candidatura irá também proporcionar a este centro admitir jovens e adultos com dificuldades intelectuais ou do desenvolvimento e dificuldades ou incapacidades na mobilidade que, com esta obra de requalificação, ficará acessível para todos beneficiando desde logo os atuais utilizadores que pela idade avançada já vão perdendo capacidades motoras.

Para além disso, a acessibilidade e mobilidade em todo o edifício terá ainda a vantagem de possibilitar uma participação mais ativa e equitativa nas diversas atividades, rotinas e dinâmicas do centro tendo em conta que existem três pisos neste prédio em que é necessário circular para usufruir de todos os contextos pedagógicos.

Outra das questões que a atual estrutura arquitetónica coloca é a dificuldade do cumprimento dos normativos legais que se constituem como obrigatórios e/ou necessários e neste momento, impossíveis de concretizar nesta resposta social, tendo em conta todo o traçado antigo do prédio e as barreiras arquitetónicas inerentes a esse facto.

Ao contribuir para a eliminação de barreiras arquitetónicas e adaptação dos espaços, favorecem-se práticas inclusivas que atendem às necessidades dos clientes nomeadamente com dificuldades a nível motor, criando no seu dia-a-dia condições para uma melhor mobilidade, maior segurança e consequentemente melhor qualidade de vida.

Assim, a aprovação desta candidatura permite a remodelação deste edifício, redesenhado agora tendo em conta a sua população alvo: as pessoas com deficiência intelectual ou incapacidade e dificuldades motoras.

Esta candidatura foi aprovada a 17 de Janeiro deste ano prevendo-se que a obra termine até 31 de Dezembro de 2020 e vai permitir a mobilidade em todo o espaço quer interior quer para o exterior deste edifício, condição essencial para garantir a autonomia e a qualidade de vida para todos.

 

                    cartaz Ursulinas Viana thumb            ficha projeto Ursulinas Viana thumb

--------------------------------------

 

Candidatura “Construir para Inovar”

do Centro de Atividades Ocupacionais Ponte da Barca cofinanciado pela União Europeia (Norte – 07 - 4842 – FEDER – 000317) tem como objetivo a construção de raiz de um centro de atividades ocupacionais.

Este projeto pretende melhorar as condições de intervenção na área da deficiência, no concelho de Ponte da Barca, com a construção de raiz de um edifício totalmente acessível e equipado para acolher 25 pessoas com deficiência mental.

A resposta atual existente será posteriormente transferida para as novas instalações, o que permitirá desta forma melhorar a qualidade dos serviços e equipamentos.

Este projeto vai de encontro ao objetivo definido para este eixo prioritário, de inclusão social e pobreza, nomeadamente no que diz respeito a adequar a atual rede de serviços e equipamentos sociais.

Este projeto, já aprovado, irá gerar resposta direta a 25 clientes (pessoas com deficiência mental, moderada a severa), mas também gerar resposta indireta às suas famílias.

Para além dos beneficiários diretos e suas famílias, os colaboradores da instituição beneficiarão também com este equipamento, na medida em que poderão disfrutar de condições físicas de trabalho melhoradas e adequadas às necessidades existentes da população alvo, contribuindo assim para o seu bem-estar físico e psicológico.

                    cartaz Ponte BARCA thumb            ficha projeto Ponte BARCA thumb

----------------------------------

 

APROVADA a Candidatura da Delegação de Valença 

 

barra logotipos candidatura val3

 

Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020

Tipologia de Intervenção 42 – Infraestruturas e equipamentos sociais de saúde

 

Delegação de Valença da APPACDM de Viana do Castelo tem o prazer de informar todos os clientes, colaboradores, associados, parceiros, amigos e comunidade em geral da aprovação da sua candidatura «IncluMais Valença – Projeto de Reabilitação do CAO de Valença» submetida ao Programa Operacional Regional do Norte - Norte 2020, em dezembro de 2019, sendo a taxa de comparticipação do programa de 229.978,18€.

Este projeto vai de encontro ao objetivo definido para o eixo prioritário, de inclusão social e pobreza e visa remodelar e modernizar a infraestrutura do Centro de Atividades Ocupacionais - CAO da Delegação de Valença da APPACDM de Viana do Castelo, no sentido de promover melhores condições de acessibilidade, segurança, saúde e funcionalidade do espaço.


Com a aprovação desta candidatura iremos dar brevemente inicio às obras com vista a :

• Promover a remoção segura das placas de fibrocimento do telhado do CAO e sua substituição por um material que cumpra os normativos de segurança ambiental e de saúde pública.
• Melhorar a acessibilidade do CAO mediante construção de um alpendre que permita carregar\descarregar os clientes das carrinhas sem estarem expostos às condições climáticas adversas.
• Promover a criação de um atelier de imagem de forma a incentivar os cuidados de higiene pessoal, embelezamento e autoestima.
• Ampliar o ginásio\ espaço polivalente de forma a diversificar as atividades físicas aí realizadas.
• Criar novas instalações sanitárias mais funcionais e acessíveis.
• Ampliar o refeitório e cozinha de modo a melhorar o serviço e permitir dar resposta às necessidades de todos os utilizadores.
• Criar condições para cumprir os requisitos normativos do ISS e HACCP (balneários e entrada diferenciada para a cozinha, espaço de lavandaria).
• Melhorar o acesso ao sótão enquanto espaço de arrumos de materiais.
• Promover a melhoria dos espaços de trabalho administrativo e direção.
• Deslocalizar a sala de reuniões.
• Substituir a claraboia de forma a rentabilizar a eficiência energética.

 

               cartaz Valenca thumb            ficha projeto Valenca thumb

 

 ---------------------------------------------------

 

CO-FINANCIADO POR:

barra feder portugal 2020 2

 

user 5 3

canal de denuncia   livro reclamacoes red  manual praticas artisticas 1  Palno anual com fundo   FACEBOOK grande azul claro